Tradições - Parte 3

domingo, 19 de maio de 2013

  • Tradição Diânica

Algumas Bruxas Diânicas só enfocam seus cultos na Deusa, são muito politicamente ativas, e feministas. Outras Bruxas Diânicas simplesmente enfocam seu culto na Deusa como uma forma de compensar muitos anos de domínio Patriarcal na Terra. Algumas Bruxas Diânicas usam este título para denotar que são "as Filhas de Diana", a Deusa protetora delas. Há Bruxas Diânicas que são tudo isso, algumas que não são nada disto, e outras que são um misto disto. A Arte Diânica possui duas filiais distintas:
  • Uma filial, fundada no Texas por Morgan Macfarland, que dá a supremacia à Deusa em sua teologia, mas honra o Deus Cornífero como seu Consorte Amado e abençoado. Os membros dos Covens dividem-se entre homens e mulheres. Esta filial é chamada as vezes "Old Dianic" (Velha Diânica), e há alguns Covens descendentes desta Tradição, especialmente no Texas. Existem outros Covens similares na teologia, mas que não descendem diretamente da linha de McFarland, e que estão espalhados por todo EUA.
  • A outra filial, chamada às vezes de Feitiçaria Feminista Diânica, focaliza exclusivamente a Deusa e somente mulheres podem participar de seus Covens e grupos. Geralmente seus rituais são livres e não são hierárquicos, usando a criatividade e o consenso para a realização de seus rituais. São politicamente uns grupos de feministas. A maioria dos Covens estão abertos a mulheres de todas as orientações.

  • Tradição Georgina

Esta Tradição foi criada por George Patterson (foto), que se auto intitulou como sendo um "Sumo Sacerdote Georgino". Quando começou seu próprio Coven, chamou-o de Georgino, já que seu prenome era George. Se há uma palavra que melhor pode descrever a Tradição de George, esta seria "eclética". A Tradição Georgina é um composto de rituais Celtas, Alexandrinos, Gardnerianos e tradicionais. Mesmo que a maior parte do material fornecido aos estudantes sejam Alexandrinos, nunca houve um imperativo para seguir cegamente seu conteúdo. Os boletins de notícias publicados pelo fundador da Tradição estavam sempre cheios de contribuições dod povo de outras Tradições. Parece que a intenção do Sr. Patterson era fornecer uma visão abrangente aos seus discípulos.


  • Ecletismo

Um bruxo eclético é aquele que funde idéias de muitas Tradições ou fontes. Assim como no caldeirão de uma bruxa são somados elementos para completar a poção que é preparada, também são somadas várias informações de várias Tradições para criar um modo mágico de trabalhar. Esta "Tradição", que realmente não é uma Tradição, é flexível, mas às vezes carente de fundamento. geralmente, são criados rituais e Covens de estrutura livre.

0 comentários:

Postar um comentário