Wicca

domingo, 19 de junho de 2011

É uma religião baseada na terra, ou seja, nos ensina a nos orientar pelas estações do ano, a preservar a Natureza, nos estimula a ter uma visão e uma participação ecológica. A Wicca é o culto à Grande Deusa Mãe e ao seu Consorte, o Deus Cornífero (favor não confundir com o demônio cristão, pois o paganismo desconhece esse "fenômeno"), resgatado dos primórdios da humanidade, antes do monoteísmo patriarcal. è uma religião que se encontra dentro de um movimento chamado Neopaganismo, que é o resgate das Religiões Antigas revisitadas e adaptadas aos dias atuais. Todas as formas de culto anteriores ao judaico-cristianismo foram chamadas de "pagãs", palavra que simplesmente significa "camponês", pois eram as pessoas do campo as mais arraigadas às suas práticas religiosas e que, por isso, mais relutavam em se converter ao culto a um único deus pai, sem a figura da Mãe.
O conjunto dessas crenças espirituais e praticas magicas começou a ser denominado "Bruxaria" e chegou a ser proibido por leis e seus praticantes perseguidos e mortos, no período da Inquisição e até depois dele. Durante todos esses séculos em que a liberdade religiosa foi suprimida os praticantes viveram nas sombras, ensinando em segredo aos seus descendentes e assim a continuidade foi garantida. No século XX, antropologos e outros pesquisadores, adeptos ou não, resgataram esses conhecimentos e puderam publica-los graças à diminuição das proibições, e assim, milhares de pessoas tomaram conhecimento de que nem sempre se cultuou apenas o Deus-Pai desprovido de sua contraparte feminina, e que, os que se identificam com um tipo de religiosidade "diferente" não são, necessariamente, adoradores do "mal".
Como o nome "Bruxaria" já estava estigmatizado, Gerald Gardner, um mago inglês egresso de ordens magicas importantes e que resgatou o culto a deusa e compilou suas descobertas após o fim da ultima lei que condenava a Bruxaria como crime, preferiu renomeá-la com a palavra do inglês arcaico que havia dado origem à palavra "Witch", essa palavra é Wicca.
A Wicca é uma religião de poucos dogmas, nada é proibido, apenas nos diz: "Desde que não prejudique a nada ou a ninguém, faça o que quiser!", pois "tudo o que fizer, bom ou mau, retornará a você triplicado".
A Natureza é a própria divindade, por isso, somos gratos a ela e demonstramos isso através de nossas festividade sazonais, os chamados "Sabaths". Apreciamos e nos guiamos pela lua, em todas as suas manifestações, e comemoramos também suas mudanças de fases; os rituais de lua cheia são os chamados "Esbaths".
A Wicca não possui nem deve possuir templos, pois nosso planeta inteiro é o nosso lugar sagrado. Não existe hierarquia formal entre seus seguidores, sendo todos sacerdotes e sacerdotisas a partir de suas iniciações, sem esquecer, claro, a gratidão e o respeito a quem nos ensina e orienta no nosso caminho de crescimento espiritual e na busca pelo nosso Eu.
Respeitamos todas as outras religiões e crenças, sem considerar a nossa a única verdade. Assim como em muitas outras religiões, também existem muitas diferentes Tradições na Wicca, com variações bem grandes entre elas, porém, de forma geral, todas ou quase, comungam dos princípios citados acima.

0 comentários:

Postar um comentário